Início Itália CR7 origina troca de cartas ofensivas entre Juventus e K League

CR7 origina troca de cartas ofensivas entre Juventus e K League

202
0
COMPARTILHE

A ausência de Cristiano Ronaldo do encontro de cariz particular entre a Juventus e uma equipa formada pelos melhores jogadores da Liga sul-coreana, em Seul, gerou uma autêntica ‘guerra’ entre ambas as instituições.

Esta sexta-feira, a estação televisiva ESPN abriu um novo capítulo, ao revelar uma troca de cartas nada simpática entre o presidente da Vecchia Signora, Andrea Agnelli, e o homólogo da K League, Oh Kwon-Gap. Tudo terá começado com uma missiva do dirigente sul-coreano, que apontou o dedo ao comportamento “desenvergonhado” por não ter, alegadamente, cumprido o contrato, que estipulava que o internacional português teria de atuar durante, pelo menos, 45 minutos. A resposta do italiano não se fez tardar: “Todos os jogadores presentes na Coreia foram a jogo, exceto um, Cristiano Ronaldo, que estava obrigado, por conselho da nossa equipa médica, a descansar devido a fadiga muscular depois do jogo em Nanjing [contra o Inter de Milão], que ocorreu apenas 48 horas antes do de Seul”. “Por isso, senhor presidente, rejeito definitivamente a sua acusação de comportamento irresponsável, de arrogância, de desrespeito pelos adepto, que sempre honrámos”, acrescentou Andrea Agnelli na carta agora revelada. Por sua parte, Oh Kwon-Gap reforçou que “a presença de Ronaldo não tinha apenas a ver com o contrato, mas com a confiança na Juventus, com os seus 121 anos de rica história”, pelo que exigiu “uma explicação e um sincero pedido de desculpas por ter desvalorizado a confiança tão facilmente”.
“Se Ronaldo estava incapacitado de jogar, seria uma enorme deceção incluí-lo enquanto substituto na lista inicial… Outras asserções da parte da Juventus também estão repletas de inverdades e enganos”, rematou.]]>

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here