COMPARTILHE

As alterações introduzidas pelo International Board que foram lançadas esta terça-feira só serão introduzidas no futebol moçambicano após um comunicado a ser transcrito pela Federação Mocambicana de Futebol (FMF) e a aplicação das mesmas poderá acontecer apenas a partir da próxima temporada tendo em conta que estamos à meio da época, segundo apurou o LanceMZ junto de uma fonte ligada à arbitragem.

Por Redacção LanceMZ

Ontem o International Board, o organismo da FIFA responsável pela actualização das regras do futebol, divulgou um documento onde explica as principais alterações ao regulamento do futebol. Estas novas regras começam a ser aplicadas no dia um de Julho ao nível mundial, mas em Moçambique o facto não acontecerá na mesma data pelo facto de estarmos à meio da época, segundo clarificou a nossa fonte.

Fique a conhecer as principais mudanças:

Livres: Os atacantes não são permitidos no raio de um metro da barreira. Caso estejam dentro desse espaço quando a bola é reposta em campo, será atribuído um livre indireto;

Celebrações: O jogador recebe um cartão amarelo por uma celebração ilegal (como por exemplo, tirar a t-shirt), mesmo que o lance seja anulado após revisão pelo vídeoárbitro;

Pontapé de baliza: A bola já não tem que sair da grande área para poder ser tocada por um jogador de campo no pontapé de baliza;

Mão na bola: Mesmo que acidental, o árbitro deverá considerar mão na bola caso esta embata no jogador e se dirija para dentro da baliza; o atleta acabe por marcar golo depois de dominar com o braço/mão; aumente a volumetria do corpo ou caso o braço/mão estejam numa posição acima dos ombros.

Não deve ser considerado mão na bola nos seguintes casos:

– Quando um jogador remata/passa a bola e esta embate num adversário que se encontre perto do raio de ação;

– Quando o braço/mão do jogador se encontra encostado ao corpo;

– Um jogador está a cair e a bola embate no braço/mão que está a apoiar a queda.

Penáltis: Mesmo que seja assistido, o jogador que sofreu o penálti pode ficar em campo para bater a grande penalidade; O guarda-redes não se pode mexer antes da bola partir (o que inclui tocar na rede, na barra ou nos postes; quando a bola parte da marca de grande penalidade, o guarda-redes tem de estar em contacto com a linha de baliza;

Pontapé de saída: Quem ganha o sorteio passa a dar o pontapé de saída e a escolher o lado para onde quer começar a atacar;

Pausas: Desde que necessário para garantir a segurança dos jogadores, podem existir pausas para «arrefecer» com um máximo de três minutos e pausas para hidratação com um máximo de um minuto;

Substituições: O jogador substituído é obrigado a abandonar o campo na linha lateral mais próxima.

Advertências: Os agentes desportivos com lugar no campo são admoestados com cartões pelo árbitro. Caso o árbitro não consiga identificar uma pessoa, será o treinador principal a receber o cartão. (LANCEMZ)

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here