COMPARTILHE

Floyd Mayweather anunciou, esta segunda-feira, numa conferência de imprensa realizada em Tóquio, que voltará a deixar a reforma, desta feita para defrontar Tenshin Nasukawa, estrela emergente do kickboxing japonês.

O combate será realizado no próximo dia 31 de dezembro, no Saitama Super Arena – nas imediações da capital do país nipónico – um recinto que tem capacidade para albergar 37 mil espectadores.

“É um combate especial, uma vez que estamos a dar às pessoas algo que nunca viram antes. O mundo nunca viu Mayweather a competir ao vivo em Tóquio. Ao longo dos anos, vi muitos fãs japoneses a irem a Las Vegas, mas eu e a minha equipa pensámos em fazer algo de diferente e ir ao Japão”, afirmou o ex-campeão do mundo de boxe.

Do outro lado, Tenshin Nasukawa, que conta um registo de 27-0 no kickboxing e de 4-0 na MMA, destacou o impacto que a oportunidade poderá ter na sua ainda curta carreira: “Quando me propuseram isto, aceitem imediatamente, não coloquei qualquer questão”.

“Diria que, provavelmente, é o maior evento da minha vida até agora, e estou muito feliz por ver que isto vai materializar-se. Estou um pouco surpreendido. Ninguém derrotou o meu adversário no passado, e gostaria de ser o homem a fazer história. O meu soco pode mudar a história, vou mostrar-vos isso”, atirou.

Nobuyuki Sakakibara, presidente da Rizin, empresa que irá organizar o evento, referiu que ainda não está estabelecida a modalidade em que o combate se irá realizar, mas, nas redes sociais, Floyd Mayweather publicou, recentemente, uma imagem onde aparece com luvas de MMA.

O norte-americano, recorde-se, retirou-se do boxe em 2015, após derrotar André Berto. No entanto, acabou por regressar aos ringues dois anos depois, para bater Conor McGregor naquele que foi apelidado de ‘Combate do Século’. Agora, aos 41 anos, terá um novo combate pela frente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here